Inclua práticas antirracistas em seu ambiente de trabalho

Inclua práticas antirracistas em seu ambiente de trabalho

Inclua práticas antirracistas em seu ambiente de trabalho

Vinte de novembro é o Dia da Consciência Negra. A data nasceu com o objetivo de despertar reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. A escolha pelo dia, oficializado no calendário em 2011, deve-se à data da considerada morte de Zumbi dos Palmares, em 1695. 

Por conta da data, questões raciais costumam ter destaque ao longo do mês. Numa sociedade ainda racista, é necessário levar o debate para todos os âmbitos, inclusive, o trabalho. 

Estudos revelam que o mercado de trabalho é amplamente impactado pelo racismo estrutural. Os negros têm os menores salários e vivem situações de mais precarização, heranças de um país escravocrata.

Situações de racismo também são comuns nos ambientes de trabalho. Resultado da falta de negros e negras no mercado e em posições de superioridade. O Brasil é um país onde a população preta costuma ser renegada a funções inferiores.

Mas como mudar isso? Você pode iniciar práticas antirracistas no seu negócio e ajudar a transformar esse triste panorama. 

Uma boa iniciativa é traçar uma meta de contratação de pessoas negras para os novos cargos que forem surgindo em sua empresa.

Também é importante capacitar os funcionários com treinamentos que abordam o tema racial. Você pode realizar palestras e workshops com negros e negras influentes do mercado de trabalho.

Além disso, a sua empresa pode ser apoiadora de causas e movimentos liderados pelos negros. Invista em temas que garantam um avanço na pauta no Brasil. 

Mais do que não ser racista, é preciso ser antirracista. Já dizia a ativista e filósofa Angela Davis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

O que você procura?