Setor imobiliário está aquecido, apesar da crise

Setor imobiliário está aquecido, apesar da crise

Setor imobiliário está aquecido, apesar da crise

Ao contrário de inúmeros setores da economia mundial que seguem amargando em 2020, o setor imobiliário está comemorando seus números positivos. Apostar em imóveis tem se mostrado um investimento atrativo para o brasileiro, apesar da crise econômica e sanitária ocasionada pela Covid-19.

Não apenas o crédito imobiliário está com juros baixos, com taxa média de 7,8% ao ano. Outro fator positivo para o setor é que a construção civil não parou de erguer prédios e, com isso, não houve demanda reprimida – os lançamentos imobiliários não deixaram de ocorrer. Tanto é que a Associação Brasileira das Incorporadoras Imobiliárias (Abrinc) mostrou que em agosto, 97,7% das obras do país havia retomado seus trabalhos e já estavam em plena execução. 

Financiamentos em alta

Números da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) denotam que no primeiro semestre de 2020, houve um aumento de 34% no valor usado para financiar a compra de imóveis, se comparado ao mesmo período de 2019. 

Outro número que tem deixado o mercado imobiliário otimista diz respeito à arrecadação do Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI) – o tributo pago pelo comprador de um imóvel para oficializar a negociação. 

No Distrito Federal, entre maio e junho, houve aumento de 52% na arrecadação do imposto, o que representa aumento nas vendas, de acordo com o Sindicato da Habitação (Secovi/DF), responsável pelo levantamento. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

O que você procura?